ALFIO

LISI

Alfio Lisi é arquiteto de formação, mas, desde 2002, se dedica a desenhar móveis e acessórios. Natural de Santa Cruz da Conceição, no interior de São Paulo, é formado em arquitetura e urbanismo pela Unesp/Bauru e se apaixonou pela madeira no contato com o amigo e mestre Olívio Barreiro, ainda nos tempos de faculdade.

Montou seu escritório em 1995, em Leme, no interior paulista, e, hoje, em ateliê próprio, cria e fabrica produtos em pequena e média escalas, utilizando principalmente madeira. “Embora minha base seja a marcenaria, até porque é uma tradição brasileira e foi como eu comecei, cada vez mais tenho gostado de testar novos suportes, de fazer uma bagunça de materiais”, diz.
A “bagunça” a que Alfio Lisi se refere são as combinações bem-sucedidas que vem usando com grande sucesso em várias de suas peças. Bons exemplos são a linha Cone, que reúne concreto e madeira, a mesa Samburá, com tampo em fibra de vidro e base em aço carbono, e a poltrona Leme, com estrutura de madeira e assento/encosto em percintas de couro.
Seus produtos têm sido bastante publicados e já conquistaram diversos prêmios. Em 2004, seu cabide Giro ficou em segundo lugar no 18° Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, na categoria utensílios, e foi selecionado para o IF Product Design Award, na Alemanha. No mesmo ano, seu banquinho Trama foi finalista no prêmio Planeta Casa. Em 2009, a luminária Pau de Luz recebeu uma menção honrosa no Salão Casa Brasil, e o banco Monfa II, exibido com destaque no cenário do programa Metrópolis, da TV Cultura, recebeu uma menção honrosa no 23° Prêmio Design Museu da Casa Brasileira. Três anos mais tarde, a luminária Pau de Luz voltou a ser premiada; dessa vez, internacionalmente, no IF Product Design Award.